GOVERNO FRANCIMARA: Prefeitura de SFI marca presença em reunião sobre Projeto Rio Rural em Travessão de Barra (Zona rural de SFI)

Representando a Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI), o vice-prefeito e secretário municipal de Agricultura, Claudio Henriques, participou de uma reunião a respeito da revitalização da cultura de mandioca e das fábricas de farinha e tapioca, a partir do programa Rio Rural do Governo do Estado. O encontro, que reuniu dezenas de produtores são franciscanos, aconteceu no auditório da Escola Estadual Domires Machado, em Travessão de Barra, zona rural de SFI.

Na ocasião foram apresentados dados sobre este tipo de produção agrícola no município. A partir destas informações, o superintendente de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Rio de Janeiro e secretário executivo do Rio Rural, Nelson Teixeira, e a coordenadora técnica do Programa Rio Rural, Helga Hissa, vão analisar a viabilidade técnica e econômica para que sejam disponibilizados os recursos necessários para a revitalização. Teixeira destacou que “já está dado o aval para a montagem do projeto, o que não quer dizer que ele está aprovado”. Ele explicou que é preciso, entre outras coisas, ter o aval do Ministério Público (MP), quanto a diversas questões.

Durante a reunião os representantes do escritório da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Governo do Estado do Rio de Janeiro (Emater-RJ), em Praça João Pessoa, mostraram o impacto da produção de mandioca na economia local, já que cerca de 7900 trabalhadores estão envolvidos neste trabalho, em 35 fábricas mapeadas. Também foram mostrados resultados de relatórios do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e Ministério Público do Trabalho (MPT), que apontaram a falta de condições sanitárias, ambientais e trabalhistas na cadeia produtiva.

“O nosso projeto prevê que o Rio Rural disponibilize R$ 15 mil para o produtor, que destinará R$ 5 mil deste valor para a fábrica de farinha, através da compra de matéria-primeira”, disse o agente de desenvolvimento social do escritório são franciscano da Emater, Marcelo Erbas.

Durante sua fala, o vice-prefeito destacou que a Secretaria Municipal de Agricultura tem entre suas principais preocupações, fornecer a estrutura necessária para promover a legalidade aos produtores para que eles possam garantir seus direitos, como por exemplo, os previdenciários.

“O órgão está estruturado para auxiliar o produtor a obter as várias formas possíveis de inscrição Estadual. Nossa maior preocupação: ter a nossa sociedade rural legalizada”, destacou Henriques. Segundo ele, atualmente somente mil produtores agrícolas de SFI estão com a documentação em dia.

O vice-prefeito também citou a criação do Sistema de Inspeção Municipal (SIM) e do Fundo Municipal de Agricultura como instrumentos imprescindíveis para a promoção dessa legalidade. Por fim, ele considerou “a reunião muito importante” e afirmou que “está à disposição dos produtores”.

FOTOS REGISTRADAS PELO GRUPO KÉSSIO JHONIS DE COMUNICAÇÃO:

EMPRESAS E PARCEIROS DO GRUPO KÉSSIO JHONIS DE COMUNICAÇÃO:

About Kessio Jhonis 1020 Articles
Este é um site pertencente ao Grupo Késsio Jhonis de Comunicação, onde trabalha com um lema de 'Seriedade e Credibilidade', K.J.Portal de Notícias

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*