Suplente de Deputado Estadual do Rio de Janeiro Gil Vianna perde mandato por infidelidade partidária

O deputado estadual Gil Vianna (PSB) acaba de ter seu mandato cassado pelo plenário do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A presidência da Assembleia Legislativa será comunicada nas próximas horas.
Gil assumiu uma cadeira na Alerj em fevereiro de 2017 no lugar de Jair Bittencourt (PP), que assumiu a secretaria de Agricultura do Estado.
Na coligação PR/Pros para disputa por cadeiras na Alerj em 2014, Gil, então vereador, ficou com a segunda suplência, ao obter 22.334 votos. Com a vitória de Rogério Lisboa (PR) para a Prefeitura de Nova Iguaçu, o até então primeiro suplente Marco Figueiredo (Pros) herdou a cadeira. Agora, com a saída de Bittencourt, a vaga ficou para o ex-vereador campista.
Porém, o suplente Pastor Éber (PR)reivindicou a cadeira, alegando infidelidade partidária. Gil deixou o PR porque, segundo ele, teve problemas com o partido. No entanto, Jair Bittencourt voltará à Alerj, evitando a posse do Pastor Eber.
Por telefone, Gil Vianna informou que está tranquilo: “Sou suplente. Jair Bittencourt já iria voltar daqui a 15 dias porque vai disputar a reeleição. Estou tranquilo porque trabalhei durante um ano e dois meses. Volto para Campos e vou trabalhar na minha pré-candidatura”, afirmou.

PATROCINADORES, EMPRESAS E PARCEIROS DO GRUPO KÉSSIO JHONIS DE COMUNICAÇÃO:

About Kessio Jhonis 500 Articles
Este é um site pertencente ao Grupo Késsio Jhonis de Comunicação, onde trabalha com um lema de 'Seriedade e Credibilidade', K.J.Portal de Notícias

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*