MODA? Policial é flagrado se masturbando dentro de carro em frente à escola no Estado do Espírito Santo

Mãe de aluno registrou um boletim de ocorrência

Um homem identificado como policial militar foi flagrado se masturbando dentro de um carro em frente a uma escola particular de Vitória, no Espírito Santo, na última quinta-feira (17/05/2018). O registro foi feito pela mãe de um aluno, que ficou revoltada com a situação e denunciou ele. A Polícia Militar abriu processo administrativo e afastou o PM do cargo.

“Ele destravou o carro, que estava do lado que eu estava encostada, entrou no carro, abaixou os vidros, pegou um jornal e começou a ler e perguntou se eu trabalhava ali perto. Eu respondi que não e não dei mais assunto. Foi quando eu ouvi tipo um som raspando a garganta, para chamar a atenção. E eu percebi que o que ele estava fazendo. Ele estava com o órgão genital para fora, se masturbando”, disse.

A mãe do aluno também tirou a foto da placa do carro e registrou um boletim de ocorrência. “Passou na minha cabeça que ele pudesse estar fazendo uma criança passar por uma situação constrangedora e que está calada. A minha vontade naquele momento era fazer barraco. Gritar, partir para cima dele, bater nele, mas graças a Deus consegui manter a frieza. Eu falei que eu preciso provar isso. Eu puxei a câmera e comecei a fotografar ele. Ele viu que eu estava fotografando, ele acelerou o carro e saiu”, completou.

A escola fica a poucos metros de uma delegacia e uma unidade da guarda municipal. As fotos tiradas pela mãe do aluno rapidamente circularam pelas redes sociais.

Em nota, a Polícia Militar falou sobre o caso. “A Polícia Militar informa que recebeu, durante a madrugada desta sexta-feira (18), a notícia de que o autor do ato repulsivo seria um policial militar. Diante da gravidade das informações apresentadas, o Comando-Geral determinou, nesta manhã, a abertura de um processo administrativo disciplinar demissionário a fim de julgar a conduta atribuída ao militar, lotado no 8ª Batalhão (Colatina). A abertura do processo também estabelece o afastamento preventivo e imediato das funções públicas”, disse a nota.

Caso semelhante aconteceu em São Francisco de Itabapoana:

Na segunda-feira, 14, um caso semelhante aconteceu no Centro de São Francisco de Itabapoana. Um homem foi flagrado praticando o mesmo ato obsceno dentro de um táxi, em frente a uma loja. A funcionária da loja, constrangida e revoltada com aquela situação, também registrou um boletim de ocorrência. O homem, identificado como sendo o motorista auxiliar do táxi, foi autuado no ato obsceno.

O ato obsceno é um crime previsto no artigo 233 do Código Penal Brasileiro com pena de detenção de três meses a um ano, ou multa.

EMPRESAS, PARCEIROS E PATROCINADORES DO GRUPO KÉSSIO JHONIS DE COMUNICAÇÃO:

About Kessio Jhonis 448 Articles
Este é um site pertencente ao Grupo Késsio Jhonis de Comunicação, onde trabalha com um lema de 'Seriedade e Credibilidade', K.J.Portal de Notícias

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*